domingo, 30 de novembro de 2008

sábado, 29 de novembro de 2008

Acordei assim... Viva la vida

Um olhar alegre sobre a vida na música e letra dos Coldplay, num dos melhores trabalhos da banda.

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

viver

criar a nossa realidade em vez de reagirmos a ela.

quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Ordens do sistema digestivo...

O que diz o sistema digestivo ao viagara quando chega ao estômago:

- JÁ!!!! PARA O CARA****** !!!!

PS- Um dia destes entrei no trabalho a ouvir esta.

Passos....


A geometria de um espaço não se vê apenas pelos metros quadrados.
A condição do tempo está muito por além dos minutos da vida.
A ligação entre esta e a outra vida é uma fronteira sem rosto.
A felicidade exige uma aposta no poder do agora e o respeito pelo futuro.
A alegria é uma infelicidade quando olha apenas o dia seguinte.
Há sempre um intervalo que devia ser procurado na paz interior.
Há sempre uma inconsciência colectiva no pensamento das multidões
Há sempre um risco de abraçar o mundo com todas as certezas.
Há sempre uma vitória na derrota, um caminho aprendido pela vida.
Entre o A e o HÁ existe uma vida mergulhada em passos e pensamentos.


S.Soares

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Vencer o medo...

"(...)Tudo aquilo a que fechamos os olhos, tudo aquilo de que fugimos, tudo aquilo que negamos, denegrimos ou desprezamos, acaba por contribuir para nos derrotar. O que nos parece sórdido, doloroso, mau, poderá tornar-se numa fonte de beleza, alegria e força, se o enfrentarmos com largueza de espírito. Todos os momentos são momentos de ouro para os que têm a capacidade de os ver como tais. A vida é agora, são todos os momentos, mesmo que o mundo esteja cheio de morte. A morte só triunfa ao serviço da vida."
(Henry Miller)

sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Bom descanso!



Yearning for more than a blue day
I enter your new life for me Burning for the true day
I welcome your new life for me Forgive me,
Let live me Set my spirit free Losing,
it comes in a cold wave Of guilt and shame all over me
Child has arrived in the darkness
The hollow triumph of a tree Forgive me,
Let live me Kiss my falling knee Forgive me,
Let live me Bless my destiny Forgive me,
Let live me Set my spirit free
Weakness sown, Overgrown
Man is the baby

quinta-feira, 20 de novembro de 2008

Confirmado!

Não é que as visitas aumentaram mesmo, na quarta-feira, dia da publicação das fotos de nudez!!!
Basta ver o gráfico... há coisas....

quarta-feira, 19 de novembro de 2008

Visitas em queda...

Subir as audiências do blog com nude art.... Para todos os gostos....

terça-feira, 18 de novembro de 2008

O melhor do panorama nacional

Este personagem já faz história. Está brutal.



....vai mas é trabalhar!!!!!

segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Too fast to live, too young to die...

Bryan Ferry é um dos símbolos maiores do “cantor romântico”. Fez parte da referência Pop – Roxy Music- e a solo deu sempre caminho às oscilações do amor, da paixão e dos encontros e desencontros.
Hoje, apeteceu-me recordar esta grande canção, embora tenha passado um pouco ao lado em 94. Contudo, despertou-me sempre um simples sorriso pintado numa magia de cores… afinal, como ele diz: "Too fast to live, too young to die..."

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Corrente!

Foto:S.Soares
Num mar delével enalteces o grito do passado num rumo desmentido pela violência da mente.
São ondas de imaginação num cénico mundo de ilusões projectadas num celibato isolado.

Quem morde a aventura arrisca-se a um funesto presente alongado no horizonte da memória.
São birras, guerras, acusações entre o nada e a audácia angelical dos ponteiros do relógio

Despedaça os laçarotes de uma vestimenta que não é tua, de um lago seco de ideias.
São peixes mortos sorrindo a lambidela de uma natureza assassinada pelo luto de quem sobrevive.

Uma viagem magistral, findável, irreligiosa e irreconhecível.
São bofetadas indisciplinadas dentro de um barco que circula num oceano por descobrir.

S.Soares 14-11

quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Toque de luz!!!

"Para ter certeza do caminho que se está seguindo, feche os olhos e ande no escuro.”
São João da Cruz

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

A noite dos Sigur Ros...




A remodulada praça de touros do campo pequeno (excelente espaço) foi palco de uma noite em que a voz e a música esconderam as palavras. Apesar de cantarem em islândes, os Sigur Ros (rosa da vitória) elevaram às estrelas o esgotado recinto. Uma viagem celestial balançando entre a melodia de uma de uma rosa e a força intensa de uma vitória. A voz mágica, em tom de falsete feminino, do vocalista ultrapassou o colete de forças da razão e deixou escorregar arrepios e uma ligeira lágrima. É na música que, muitas vezes, me reconheço.

domingo, 9 de novembro de 2008

Postal de domingo...

Foto: S.Soares
Circular entre o ontem e o amanhã com o hoje pelo meio.

sábado, 8 de novembro de 2008

Olha... a mala.

Foto: S.Soares
Não sei bem a razão, mas acontece muitas vezes, para não dizer sempre. Os tipos das malas nos aeroportos não simpatizam com a minha mala, é verdade que ela chega, mas é sempre das últimas. O caso fica mais complexo, quando o corpo está a gritar: nicotina!!!!!

quinta-feira, 6 de novembro de 2008

A ouvir e a adorar... sempre iguais e excelentes.

Thievery Corporation - Hare Krsna (Live)



Uma das minhas bandas favoritas, no novo trabalho(Radio Retaliation) há caminhos em em francês, inglês, brasileiro, espanholetc. Esta dupla, de ponta na corrente electrónica, é fantástica. Há muitos anos....

Pessoas, sem Pessoa!

Aquelas que mais gritam, são as que têm o maior telhado de vidros e o rabo mais preso.
Aquelas que mais falam deviam ter a boca colada devido à sua identidade e passado/presente.
Aquelas que mais julgam fazem-no por sentir a consciência pesada em relação à sua vida.
Olhem para si antes de abrir a boca ou agir, parem, um pouco! Preocupem-se consigo, com o bem-estar e desempenho nesta sociedade estupidificada. Mas, não... o único orgasmo que têm no dia é apontar o dedo ao outro (quanto mais pessoal e violento melhor) ou ver alguém infeliz.
A critica faz bem quando fundamentada. Aplaudo! Todos falhamos, devemos ser chamados à razão.

Mas essa postura pequena não tem grau académico, não tem não! Está nos recalcamentos mais profundos da personalidade.
O mundo é tão grande e algumas mentes tão pequenas.
Até eu só obrigado, inconscientemente como agora ao escrever isto, a ficar mais pequeno....

Há medida que o tempo passa e conheço as pessoas adultas (algumas), cada vez gosto mais dos animais.

Apesar de tudo, gozo esse momento e sorriu na imaginação e prioridade do outro. O engraçado desta palhaçada é que as pessoas continuam a pensar que depois não se sabe o que disseram ou fizeram, esquecem-se que todos (quase todos) são iguais. Também mergulho nesse erro de acreditar!!!
Ignorar é a melhor resposta, mas também temos um dever no mundo: FORMAR. É nesta perspectiva que , ás vezes, devemos chegar à frente e mostrar que o mundo não é assim como eles pintam. Parece simples, mas não é!

Haja pachorra....dassse!!!!

Como diz o tipo dos Comtemporâneos (melhor programa de humor nacional) vão trabalhar!!!! Também vou... :)

terça-feira, 4 de novembro de 2008

Classe dos palavrões numa economia de mercado...

Autor - Nilton Goulart *

"Coincidentemente comecei o meu dia de trabalho com um «Foda-se!», ao invés do meu regular optimismo perante a vida, que às vezes até mete nojo. Sabem como é?: Dou graças ao divino Sr primeiro ministro por ter um tecto para morar, e conseguir comprar pão, cerveja, e outros bens de primeira necessidade. Ridículo!!!
Então e as orgias, e os banquetes de mariscos?! Eu sei o que é qualidade de vida...apenas não me deixam exercê-la! Puta que os pariu...
Tenho de vergar a mola, se pretender adquirir habitação, à taxa Euribor, imposta por não sei quem...porque esta crise mundial surge em tantas frentes que nem sabemos qual o cabrão culpar, acrescida de um «spreadezito» imposto por um grupo de administradores, que em um mês ganham ordenados que até temos alguma dificuldade em julgar se será possivel!!
E o estado a dar casas a quem não faz um caralho!!
E deixam esta merda ficar em crise?! Porra!! Era lhes dar com um gato morto nos cornos até ele miar!!!
Claro que ainda temos de aturar os preços do petróleo, a especulação, e os lobbys adjacentes!!!
Enquanto isto, morrem crianças à fome...
Sou um cabrão afortunado, mas puta que pariu, olhem uns pelos outros!
Depois, andam uns para ai, uns cabrões de uns ricaçoes, em tempo de eleições, a dizer que o problema é o rendimento minimo, filhos da puta... Invejosos do caralho, só porque um cabrão de um gajo que não sabe assinar o nome, enganou o presidente da junta, que até lhe deu uns sacos de cimento, e que possui à boa maneira do Zé portuga, um telemóvel e um prato na barraca paga pelo governo, com a palavra «TV cabo», da qual às tantas o «critico» é administrador, possui um Audi, um Jeep Mercedes, duas casas de férias, e é capaz de enganar o estado na Declaração de IRS, mas querem fiscalização é no rendimento mínimo. E há quem engula estas merdas!!! Vão lá fiscalizar quem ande a meter ao bolso a sério, e façam-nos pagar a factura, se querem ver se não se acaba a crise!
Caralho que vos fodam!!!
Prontos, veio mesmo a calhar...estava mesmo a precisar!!!
Sei que o assunto à excepção dos palavrões, nada tem a haver com o texto, mas se pensam que tinha o intuito de por algum motivo fazer sentido, enganam-se...
Apenas quis que lessem um conjunto de inutilidades, como aquelas que vocês compram no hipermercado, quando iam apenas buscar uma caixa de leite.
Ide-vos fecundar! "

* Comentário ao post “Desculpem, mas não resisti” com o texto de Millôr Fernandes sobre o uso do palavrão. (Ver no final desta página)

Estados Unidos têm um novo “Burako”...

....o Obama”

Pronto, o mundo está histérico, o menino Obama ganhou e agora???? Passou a euforia, a felicidade etc. Agora quero ver esse menino agir e responder com nível a toda a atenção que o mundo lhe deu, a toda a parcialidade da comunicação social e a toda palhaçada, em forma de messias, escrita à sua volta.
Espero estar errado em prol de um mundo melhor. Se estiver sou o primeiro a aplaudir.

PS- Como sempre disse, nestas eleições, o meu voto foi em branco. Al Gore ou Hilary Clinton não foram candidatos.

segunda-feira, 3 de novembro de 2008

Eleições: Masters of War...

Neste dia eleitoral nos USA, fica uma das melhores letras sobre um certo espirito que imperou durante décadas. Espero que mude.

Eddie Vedder, com a sua brutal voz, num original dos mestre Bob Dylan.


Masters Of War
Come you masters of war
You that build all the guns
You that build the death planes
You that build the big bombs
You that hide behind walls
You that hide behind desks
I just want you to know
I can see through your masks

You that never done nothin'
But build to destroy
You play with my world
Like it's your little toy
You put a gun in my hand
And you hide from my eyes
And you turn and run farther
When the fast bullets fly

Like Judas of old
You lie and deceive
A world war can be won
You want me to believe
But I see through your eyes
And I see through your brain
Like I see through the water
That runs down my drain

You fasten the triggers
For the others to fire
Then you set back and watch
When the death count gets higher
You hide in your mansion
As young people's blood
Flows out of their bodies
And is buried in the mud

You've thrown the worst fear
That can ever be hurled
Fear to bring children
Into the world
For threatening my baby
Unborn and unnamed
You ain't worth the blood
That runs in your veins

How much do I know
To talk out of turn
You might say that I'm young
You might say I'm unlearned
But there's one thing I know
Though I'm younger than you
Even Jesus would never
Forgive what you do

Let me ask you one question
Is your money that good
Will it buy you forgiveness
Do you think that it could
I think you will find
When your death takes its toll
All the money you made
Will never buy back your soul

And I hope that you die
And your death'll come soon
I will follow your casket
In the pale afternoon
And I'll watch while you're lowered
Down to your deathbed
And I'll stand o'er your grave
'Til I'm sure that you're dead

domingo, 2 de novembro de 2008

O novo tio SAM...


O meu voto nestas eleições é em branco. Nenhum dos candidatos dá me garantias de uma governação bem-sucedida, contudo, prefiro que Obama vença. É novo, visionário, afro-americano e frontal na forma como explica e aborda as suas ideias. Nem que seja pelo facto de me identificar mais com a ideologia democrata. Todavia, não vivo na euforia mundial à volta de Obamania. Algo me diz que vai ali uma demagogia exagerada e expectativas elevadas. Quando assim é nem sempre os resultados são os mais desejados. Uma coisa é certa: Vai ser melhor que Bush (até eu)! O meu candidato foi e será o SENHOR Al Gore por tudo o que vez pelas auto-estradas da informação, enquanto vice de Clinton, e agora pelo ambiente. Gosto dele, pronto!
Já não existe apenas uma América, existem várias dentro e fora dos Estados Unidos, o mundo mudou e só o arsenal militar fazem dos americanos a grande potência. A globalização está aí e novas potências elevam-se como a China ou a Índia.